terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Morreu Dino Santana de os Trapalhoes



Morre o ator Dino Santana, irmão do humorista Dedé Santana
fazer um comentário »

Morreu na tarde deste domingo (26) o ator Dino Santana, irmão do humorista Dedé Santana. Dino, que tinha 70 anos, sofria de câncer de próstata há cerca de quatro anos e faleceu em casa, no Rio de Janeiro.

“Estou arrasado, ele era meu braço direito, não dava um passo sem ele ao meu lado”, disse Dedé Santana em entrevista ao G1 por telefone. “Ele foi um grande colaborador do humor brasileiro, é uma perda enorme para todos”, completou o ex-Trapalhão.

O velório acontece na noite deste domingo no cemitério Jardim da Saudade, em Paciência, na Zona Oeste do Rio. O corpo será enterrado às 9h de segunda-feira (27).



Dino Santana iniciou sua carreira formando a dupla Maloca e Bonitão na televisão, ao lado do irmão Dedé, nos anos 1960. Nas décadas de 1970 e 1980, participou de diversos quadros do programa “Os Trapalhões”, na TV Globo e na TV Tupi. De 2004 a 2008, trabalhou também ao lado do irmão no programa televisivo “Dedé e o comando maluco”.

No cinema, atuou como coadjuvante em diversos filmes dos Trapalhões, tais como “O rei e os Trapalhões” (1979), “O cinderelo trapalhão” (1979), “Os Trapalhões e o mágico de Oz” (1984), “A filha dos Trapalhões” (1984) e “Os fantasmas trapalhões” (1987), entre outros.

A carreira do humorista Dino Santana sempre foi ao lado do irmão, o também comediante Dedé Santana. Juntos, eles trabalharam no humorístico “Os Trapalhões”, entre as décadas de 70 e 90, e no infantil “Dedé & O Comando Maluco”, nos anos 2000. Dino e Dedé integraram ainda a dupla Maloca & Bonitão nos anos 60.

Nascido em Niterói, Dino trabalhou ainda em vários filmes como “2000 anos de confusão”, “O mulherengo”, “Os Trapalhões e o Mágico de Oroz”, “Os fantasmas Trapalhões” e “Kasller, o lindo do Brasil”. Ainda na TV, participou do “Programa Sérgio Mallandro” e da “Festa do Mallandro”. Dino sofria de câncer na próstata havia quatro anos e morreu ontem, aos 70 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário